Clima: o que esperar e dicas

Clima: temperatura e vento

O clima da Califórnia é considerado ameno, mais quente no verão e mais frio no inverno. Alguns locais recebem neve durante o inverno, e em outros, temperaturas de até 42 graus celsius são atingidas durante o verão. Em geral, a estação das chuvas é o inverno: dificilmente será necessário guarda-chuvas durante o verão.

Entre as cidades e locais mais famosos e que poderão entrar no seu roteiro, listamos as máximas e mínimas médias de temperatura, e em que meses elas ocorrem:

San Francisco: 7,6 (mínima em Janeiro) a 21,2 (máxima em Setembro)
Los Angeles: 10,3 (mínima em Fevereiro) a 25,9 (máxima em Agosto)
Shasta: 4,2 (mínima em Janeiro) a 35,2 (máxima em Julho)
South Lake Tahoe: -4,9 (mínima em Fevereiro) a 23,7 (máxima em Agosto)
Mammoth Lakes: -9,6 (mínima em Janeiro) a 25,4 (máxima em Julho)
Carmel: 3,7 (mínima em Dezembro) a 27,4 (máxima em Setembro)
San Diego: 9,1 (mínima em Dezembro) a 24,7 (máxima em Agosto)

Para mais detalhes consulte: U.S. Climate data (em ingês, mas é possível alternar a temperatura de fahrenheit para celsius)

Vale lembrar que o vento pode mudar a sensação térmica em uma cidade, e é frequente termos dias com ventos de velocidades entre 20 e 30 km/h na Califórnia, o que faz com que pareça ainda mais frio no inverno.

O vídeo abaixo, filmado no Tahoe, mostra um exemplo de como o vento pode ser tão intenso a ponto de dificultar um pouco a vida desses pássaros:

Viajando no inverno

Embora muitos lugares da Califórnia tenham clima ameno durante grande parte do ano, alguns locais recebem quantidades consideráveis de neve, e bloqueios nas estradas são comuns durante o inverno. Alguns exemplos de estradas bloqueadas durante todo o inverno são: Tioga road e Glacier point road no Yosemite e Highway 89 no Lassen National Park. Algumas estradas podem sofrer bloqueios temporários durante tempestades de neve.

Se o seu carro amanhecer assim...
alt

...pense que podia ser pior! Nesse caso foi fácil de tirar a neve de cima do carro, e raspamos o gelo do vidro com um ice scraper alt

Se o seu planejamento inclui visitar a Califórnia durante o inverno, lembre-se de checar se as localidades para as quais você pretende ir tem restrições durante esse período (por exemplo, estradas fechadas ou necessidade de correntes nos pneus: tire chains). Caso correntes sejam necessárias, adquira-as antes da sua viagem, e aprenda a usá-las. Nós aprendemos a colocar as correntes durante uma tempestade de neve, e não recomendamos essa experiência. Também presenciamos alguns turistas desavisados tentando instalar correntes menores do que o tamanho recomendado para o tipo de pneu. Por isso, é importante adquirir a corrente correta para o seu pneu e testá-la antes de precisar usar de fato. Nós adquirimos nossas correntes no Napa Auto Parts. Vale conferir se a sua locadora fornece as correntes. Alguns lugares, como o Yosemite Valley, exigem que você carregue correntes durante o inverno, mesmo que não haja necessidade de usá-las (muito embora precisemos usar correntes todos os dias em nosso passeio no Vale, mesmo quando não estava nevando). A velocidade máxima usando correntes não deve ultrapassar 30 milhas/h, o equivalente a 48 km/h. A velocidade segura em pistas com gelo e/ou neve, e visibilidade boa, possivelmente está em torno de 20 a 25 milhas/h (30 a 40 km/h), com base em nossa experiência.

A instalação das correntes vai depender do tipo de corrente. Abaixo está o passo-a-passo para a corrente que adquirimos para uma minivan alugada, como exemplo.

Nesse caso, além das correntes, também havia uma peça adicional para manter as correntes bem posicionadas, que nem sempre vai estar no kit:
alt alt 1) Estacione o carro em um lugar apropriado para instalação de correntes, ou no acostamento: não páre no meio da rua (parece óbvio, mas na confusão da neve muita gente pára o carro no meio da estrada). Acione o freio de mão. As correntes são instaladas nos pneus da frente, de trás, ou ambos, dependendo do modelo do veículo. Coloque as correntes no chão da forma indicada no manual que vem junto com as correntes.
alt 2) Posicione a corrente por baixo da roda. Nesse caso, não é preciso mover o veículo, mas há correntes em que é necessário andar com o carro para posicioná-las corretamente para o passo seguinte.
alt 3) A parte difícil é alcançar o lado de dentro do pneu para prender a trava da corrente.
alt 4) Depois de prender a parte interna, prenda a trava de cima do lado externo
alt 5) Por último, puxe as extremidades na sua direção e prenda a última trava da corrente
alt 6) Nessa corrente, há essa etapa adicional na qual você coloca os ganchos tensionadores de borracha, como indicado na figura.
alt

Outra dica ao viajar no inverno é checar a previsão do tempo, caso sua viagem e reservas de hotéis tenha certa flexibilidade: dirigir durante tempestades de neve não é fácil, e o trânsito pode ficar caótico. Evite dirigir a noite durante o inverno em locais que podem apresentar neve. Em geral, durante os dias sem neve as estradas são facilmente transitáveis mesmo em locais que recebem neve com frequência, graças ao trabalho dos plowers (snowplow), espécie de trator que remove a neve e joga sal na pista para evitar a formação de gelo. Algumas estradas são mais bem mantidas do que outras: em geral estradas mais utilizadas são limpas com mais frequência, mas também vimos casos em que avenidas conectando a cidade a um resort de esqui estavam mais perfeitas do que estradas próximas.

Como sobreviver ao frio

Se você é como eu e sente frio até mesmo no Brasil, nosso país tropical, e vem para a Califórnia no inverno, então é bom preparar seu guarda-roupas. Mas fique tranquilo, não vai ser preciso arranjar roupas de inverno no Brasil (imagino que não seja tão fácil, em especial se você está vindo de qualquer lugar que não seja o sul do país). Durante o inverno é muito fácil de encontrar roupas apropriadas para o frio na Califórnia.

O que você vai precisar?

Nossa dica para quem vai para locais com neve é adquirir roupas térmicas. São roupas que vão por baixo de todas as outras que você estará usando. Para as mulheres, aquelas meias-calças mais grossas que você encontra em alguns lugares do Brasil podem substituir uma calça térmica. Além disso, é interessante ter meias mais grossas e pelo menos uma jaqueta de inverno (preferencialmente corta-vento, e idealmente à prova dágua). Luvas, touca e cachecol completam o conjunto.

Para os pés, uma das minhas melhores compras por aqui foram botas a prova dágua (odeio pés molhados!). No entanto, elas não esquentam muito no inverno. Nossos amigos usaram tênis a maior parte do tempo, mas não é o sapato mais adequado para a neve (anfudou o pé na neve = pés molhados). A dica é carregar um par extra de sapatos e meias se você não quiser gastar a mais com um sapato a prova dágua.

Alguns locais vendem hand warmers e feet warmers. São produtos relativamente baratos que esquentam as mãos e os pés, respectivamente, pelo tempo em que dura a reação que ocorre quando você "ativa" o produto. Nós compramos esses produtos mas não precisamos utilizá-los.

Qual estação escolher?

A escolha de viajar em uma época ou outra depende dos seus interesses. No inverno, temos neve e esportes da neve como o esqui, mas muitas pessoas não gostam do frio extremo. Vale lembrar que anoitece antes das cinco da tarde durante o inverno, o que torna os dias mais curtos e limita as atividades que você conseguirá fazer em um único dia. No verão, faz mais calor, o céu é mais azul e os esportes aquáticos são mais atraentes. Além disso, os dias são mais longos, e é possível aproveitar mais os passeios. A primavera é incomparável pela beleza das flores (minha estação preferida por aqui!) e algumas pessoas adoram as cores do outono. Minha indicação para os turistas é viajar nos meses de março, abril, maio ou outubro, se possível.

alt alt